Missão Urbana

União Central Brasileira

A Anatomia de um Apóstata

www.missaourbana.net

1. Em 2 Pedro 2:20-22, lemos sobre a real possibilidade e sérias conseqüências de cairmos no erro da apostasia.

2. É interessante saber que extraímos esta passagem da caneta inspirada de Pedro.

a. Pois se existe alguém que conheceu de “primeira mão” a realidade do perigo da apostasia, este foi Pedro!

b. Descobriu na noite em que traiu Jesus!

3. O processo de afastamento é gradual e freqüentemente pega uma pessoa de surpresa; e finalmente a conduz a cair de sua própria firmeza.

a. Devemos cuidadosamente examinar o processo que levou Pedro a negar a Cristo.

b. Acatar as exortações de Pedro em suas epístolas, certamente nos ajudará a prevenir os mesmos erros e atitudes que o levaram a tropeçar na fé.

 

A ANATOMIA DE UM AFASTADO

A. O ORGULHO – Marcos 14:27-31

1. De uma maneira vaidosa, Pedro afirma que ele não cairá ou negará a Cristo!

 

 

 

2. Ao fazer isso, Pedro dá o primeiro passo para a apostasia: “o orgulho”! Provérbio 16:18

3. Por que este é o primeiro passo?

a. Porque o primeiro requisito para ingressar no Reino de Deus é a humildade – Mateus 18:3-4

4. O conselho de Paulo aos Coríntios é muito adequado para essa situação – 1 Coríntios 10:11

 

 

 

B. A INDOLÊNCIA – Marcos 14:32-42

1. Jesus exortou os discípulos a manterem-se vigilantes, mas Pedro foi vencido pelo sono.

2. A mesma coisa pode acontecer conosco!

a. Sem diligência, também podemos ser encontrados despreparados – Lucas 21:34-36.

b. Mais do que nunca, esse é um “desvio gradual” que nos pega de surpresa- Hebreus 2:1-3.

c. Quando nos orgulhamos de nós mesmos, nos tornamos indolentes e negligentes de nossos deveres espirituais, e isto facilmente nos conduz ao próximo passo…

 

 

C. A COVARDIA – Marcos 14:54

1. Observe o que a Bíblia diz: “… e Pedro O seguia de longe”.

2. Agora que Jesus tinha Se tornado um Objeto de desprezo e ridículo…

 

 

a. Pedro fica longe o suficiente para que não seja identificado com Ele.

b. Pedro estava despreparado para o desafio de enfrentar o ridículo e a perseguição.

3. Sem preparação diligente, podemos também nos tornar culpados pela covardia!

a. Envergonhamo-nos de sermos vistos carregando a Bíblia

b. Envergonhamo-nos de sermos vistos dando graças a Deus

c. Envergonhamo-nos de sermos vistos na companhia de outros cristãos

d. Talvez até mesmo ficamos envergonhados que outros saibam que somos cristãos!

4. E ainda, Jesus deixou bem claro o que Ele pensa da “covardia” Marcos 8:38; Apocalipse 21:8.

5. Quando ficamos envergonhados de Cristo, é natural cair no próximo passo para a apostasia…

D. A MUNDANIDADE – Marcos 14: 54

1. Agora encontramos Pedro assentado com os servos do Sumo Sacerdote e aquecendo-se ao fogo

 

 

 

2. Envergonhado de ser identificado com Cristo, torna-se fácil misturar-se com os mundanos e alegrar-se em seu conforto.

3. Mas ninguém pode ser “confortado com o fogo” do mundo, e não ser “queimado”!

a. Estar em contato íntimo com aquilo que nos prejudica, tem seus efeitos! Provérbios 6:27-29

b. Então é isso que não podemos: “namorar com o mundo” e permanecermos intocados! 1 Coríntios 15:33

4. Uma vez que nos tornamos “amigos do mundo”, em pouco espaço de tempo damos o próximo e último passo para a traição…

E. A NEGAÇÃO – Marcos 14:66-71

1. Longe de Cristo, no conforto com os mundanos, Pedro encontra-se negando o Seu Senhor e Salvador!

 

 

 

 

 

 

2. Ao fazer isso, ele se colocou em uma situação de risco – Mateus 10:32-33.

3. Embora seja possível negar a Jesus em “palavras”, podemos facilmente traí-Lo e negá-Lo através de nossas “ações”.

a. Somos chamados para adorá-Lo… mas damos desculpas para não irmos à igreja.

b. Somos chamados para servi-Lo… mas prestamos pouco ou nenhum trabalho em Sua igreja.

c. Somos chamados para ficar ao Seu lado e sofrer por Seu nome… mas permanecemos longe dEle, na segurança e no conforto do mundo.

Pedro percebeu completamente seu pecado quando o Senhor virou-Se e olhou para ele, lá no pátio – (Lucas 22:60-62). Imagine o sentimento no coração de Pedro. Como aquele olhar do Salvador penetrou sua alma!. Como Judas, Pedro chorou amargamente por causa de seu pecado. Ao contrário de Judas, Pedro teve “contrição divina” que resultou em verdadeiro arrependimento (2 Coríntios 7:10-11). [E anos mais tarde, encontramos Pedro escrevendo uma porção de conselhos que nos preveniriam de cometer o mesmo erro que ele cometeu…].

 

CONSELHO DE ALGUÉM QUE APRENDEU DA MANEIRA MAIS DURA

A. PROTEGER-SE CONTRA O “ORGULHO”.

1. Pedro se alegra com a “humildade” – 1 Pedro 5:5-6

2. Realmente, “Deus resiste ao orgulhoso, mas dá Sua Graça aos humildes”.

B. ABANDONAR A “INDOLÊNCIA ESPIRITUAL”.

1. Pedro ordena “diligência” no serviço – 1 Pedro 5:8-9

2. Note especialmente suas palavras em sua segunda epístola – 2 Pedro 1:4-10; 3:14.

C. NO LUGAR DA “COVARDIA”.

1. Pedro nos faz mudar nossa atitude para “glorificarmos a Deus” – 1 Pedro 4:16.

2. Pense no que isso significa para você, e ainda mais o que significa para Deus!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

D. AO INVÉS DA “MUNDANIDADE”.

1. Pedro nos diz para abstermos” das coisas mundanas – 1 Pedro 2:11-12.

2. Lembre-se que somos “viajantes e peregrinos”, destinados a uma terra melhor do que as coisas do que este mundo tem a oferecer!

 

 

E. AO INVÉS DE “NEGÁ-LO”.

1. Pedro nos exorta a sempre estarmos pronto para “defender” o Senhor – 1 Pedro 3:15.

2. Pela preparação cuidadosa, defenderemos a Cristo, não O “negaremos”.

 

 

 

CONCLUSÃO

1. De alguém que aprendeu pela experiência mais difícil, atentemos ao seu conselho, pois sempre somos expostos a situações de negação ao nome de Cristo.

 

2. Lembre-se também que, quando Pedro viu os olhos do seu Senhor, ele percebeu o tamanho do erro de sua decisão.

a. Felizmente para ele, ainda havia tempo para arrepender-se.

Arrependa-se agora, não espere até estar diante do Senhor Jesus.